Portal > Conteúdos > História > Efemérides > 9 de Dezembro

Dia anterior

Dia seguinte

E F E M É R I D E S

9 DE DEZEMBRO

1706 – Morte de D. Pedro II de Portugal      Nasceu a 26 de Abril de 1648

A 9 de Dezembro de 1706, morre D. Pedro II, rei de Portugal. Sucedeu ao seu irmão D. Afonso VI.




1854 - Morte de Almeida Garrett      Nasceu a 4 de Fevereiro de 1799

A 9 de Dezembro de 1854, morre, em Lisboa, João Baptista da Silva Leitão de Almeida Garrett, escritor e dramaturgo romântico. Grande impulsionador do teatro em Portugal, para além de ter proposto a edificação do Teatro Nacional D. Maria II e a criação do Conservatório de Arte Dramática, deixou-nos obras imortais como Frei Luís de Sousa e O Alfageme de Santarém. Na última fase da sua vida publicou Flores sem Fruto e Folhas Caídas, duas coletâneas de poesias que introduziram na literatura portuguesa uma espontaneidade e uma simplicidade até então praticamente desconhecida. Foi, ainda, um exímio orador, tendo sido nomeado Par do Reino e secretário de Estado honorário.


1940 - II Grande Guerra: situação na Europa e no Norte de África

«Esmagámos Düsseldorf !» - afirma, a 9 de Dezembro de 1940, um piloto inglês pertencente aos grupos que há duas noites seguidas atacam o centro industrial daquela urbe. Entretanto, relatos de Londres informam que esta cidade está a sofrer um dos maiores ataques das últimas semanas, estando os aviões alemães a actuar em voo silencioso. Simultaneamente, a ofensiva inglesa no Egipto progride satisfatoriamente, havendo tropas italianas cercadas.


Fonte: O Século n.º 21095, de 10-12-1940, p. 1, 2 e 6


1943 - II Grande Guerra: Rommel chega à capital da Dinamarca

A 9 de Dezembro de 1943, Rommel chega à capital da Dinamarca com o seu estado maior.
Fonte: O Primeiro de Janeiro n.º 338, de 10-12-1943, 75.º ano de publicação, p. 1



Hitler havia-lhe atribuído o Grupo de Exércitos B, sob o comando do Marechal de Campo von Rundsted, ficando encarregado da construção da chamada Muralha do Atlântico, a fim de deter a iminente invasão Aliada.


1985 – Candidatura de Maria de Lourdes Pintasilgo ao cargo de Presidente da República

A 9 de Dezembro de 1985, Maria de Lourdes Pintasilgo, a única mulher que exerceu o cargo de primeiro-ministro em Portugal, entrega, no Tribunal Constitucional, a candidatura ao cargo de Presidente da República.

Fonte: Diário de Lisboa n.º 21931, de 09-12-1958, 65.º ano de publicação, pp. 1 e 4


Dia anterior

Dia seguinte