Portal > Conteúdos > História > Efemérides > 19 de dezembro

Dia anterior

Dia seguinte

E F E M É R I D E S

19 DE DEZEMBRO

Dia das Nações Unidas para a Cooperação Sul-Sul

A 23 de dezembro de 2004, a Assembleia Geral das Nações Unidas declarou 19 de dezembro de todos os anos Dia das Nações Unidas para a Cooperação Sul-Sul (resolução 58/220), assinalando a data, em que, em 1978, a Assembleia Geral aprovou o Plano de Acção de Buenos Aires para a Promoção e Aplicação da Cooperação Técnica entre os Países em Desenvolvimento (resolução 33/134).


1562 - Guerra da Religião, entre Huguenotes e Católicos

A 19 de dezembro de 1562 tem inicio a chamada Guerra da Religião, entre Católicos e Huguenotes, nome atribuído em França aos seguidores da doutrina protestante de Calvino. Durante mais de 30 anos, os Huguenotes foram cruelmente reprimidos pelas autoridades seculares e eclesiásticas francesas. O Édito de Nantes, promulgado pelo rei Henrique IV em 13 de Abril de 1598, concedeu, embora com alguns limites, direitos religiosos, civis e políticos aos protestantes da França.



1906 - Nascimento de Leonid Brejnev      Faleceu a 10 de Novembro de 1082

A 19 de dezembro de 1906, nasce, em Kamenskoje, cidade da Ucrânia na margem direita do rio Dniéper, Leonid Ilitch Brejnev. Foi secretário-geral do Partido Comunista da União Soviética (PCUS) de 1964 a 1982 e presidente daquele país entre 1977 e 1982.


1915 - Nascimento de Edith Piaf      Faleceu a 10 de Outubro de 1963

A 19 de dezembro de 1915, nasce, em Belleville (Paris), Edith Piaf, considerada a maior e mais expressiva intérprete vocal da música de língua francesa. Entre os seus maiores sucessos poder-se-á citar "La vie en rose" (1946), "Milord" (1959) e "Non, je ne regrette rien" (1960).


1924 - Nascimento de Alexandre O'Neill      Faleceu a 21 de Agosto de 1986

A 19 de dezembro de 1924, nasce, em Lisboa, Alexandre Manuel Vahía de Castro O'Neill, poeta surrealista português de ascendência irlandesa. Como publicitário inventou o conhecido lema «Há mar e mar, há ir e voltar».


1938 – Trágico e horroroso desastre no Tejo

A lancha a motor «Tonecas» que se afundou - Foto do Diário de Notícias, edição 26175, de 20-12-1958

A 19 de dezembro de 1938, um barco cheio de passageiros é despedaçado no rio Tejo por uma draga, tendo submergido. Deste acidente resultam 5 mortos, 11 desaparecidos e 18 hospitalizados. O porta-aviões sueco Gotland, fundeado no Tejo, presta uma ajuda valiosa às vítimas. “O Tonecas” – assim se chamava a embarcação naufragada – pertencia à Empresa de Transportes Tejo. Entre os actos de heroísmo verificados durante este acidente, conta-se a de um rapaz que se atirou ao rio para salvar uma criança e a do marinheiro António Germano que preferiu morrer no seu posto, agarrado ao leme do navio.

Fonte 1: Diário de Notícias n.º 26175, de 20-12--1938, 74º ano de publicação, pp. 1, 5 e 6
Fonte 2: Diário de Notícias n.º 26176, de 21-12--1938, 74º ano de publicação, pp. 1, 4, 5 e 9
Fonte 3: Diário de Notícias n.º 26177, de 22-12--1938, 74º ano de publicação, pp. 1 e 5
Fonte 4: Diário de Notícias n.º 26178, de 23-12--1938, 74º ano de publicação, p. 1


1948 - Marechal Carmona aceita recandidatar-se ao cargo de Presidente da República

A 19 de dezembro de 1948, o Marechal Carmona aceita, durante uma reunião com Salazar, recandidatar-se ao cargo de Presidente da República Portuguesa, correspondendo a um pedido que lhe fora formulado na véspera pela União Nacional.

Fonte: Diário Lisboa n.º 9362, de 20-12-1948, 28º ano de publicação, p. 1

Carmona foi eleito pela primeira vez em 25 de Março de 1928, pela segunda em 17 de Fevereiro de 1935, pela terceira em 8 de Fevereiro de 1942. Será eleito para o quarto mandato em 13 de Fevereiro de1949, não o tendo concluído por haver falecido a 18 de Abril de 1951.


1972 - Veiga Simão anuncia a criação de 18 novos Estabelecimentos de Ensino Superior

A 19 de dezembro de 1972, Veiga Simão, Ministro da Educação Nacional, anuncia, no decorrer de uma comunicação televisionada, a criação de 3 novas Universidades, um Instituto Universitário, 6 Institutos Politécnicos e 8 Escolas Normais Superiores.

Fonte: Diário Lisboa n.º 17958, de 20-12-1972, 52º ano de publicação, p. 1

Como resultado deste anúncio governamental, seriam posteriormente constituídas as seguintes Escolas de Ensino Superior: Universidade do Minho; Universidade de Aveiro; Universidade Nova de Lisboa; Instituto Universitário de Évora, que viria a ser extinto em 1979, para dar lugar à nova Universidade de Évora; Instituto Politécnico de Tomar; Instituto Politécnico da Covilhã, convertido em Julho de 1979 no Instituto Universitário da Beira Interior e em 1986 na Universidade da Beira Interior; Instituto Politécnico de Faro, que se uniria à Universidade do Algarve, criada em 1970; Instituto Politécnico de Leiria; Instituto Politécnico de Vila Real, que daria origem ao Instituto Universitário de Trás-os-Montes e Alto Douro e, a partir de 1986, à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro; Instituto Politécnico de Setúbal e 8 Escolas Normais Superiores em Castelo Branco, Viseu, Funchal, Guarda, Bragança, Ponta Delgada, Portalegre e Beja, para além de um centro-piloto em Lisboa, junto aos Serviços Centrais do Ministério da Educação Nacional.


1999 - Cerimónia de Transferência da soberania de Macau

A 19 de dezembro de 1999, teve lugar, em Macau, a cerimónia de transferência da soberania deste território de Portugal para a República Popular da China.


Dia anterior

Dia seguinte