Motor de Busca Magazine Efemérides

MAGAZINE
efemérides

Aconteceu a 25 de janeiro de 1946



Morte de Afonso Lopes Vieira

A 25 de janeiro de 1946, morre, em Lisboa, o poeta português Afonso Lopes Vieira, um dos principais representantes do Neogarrettismo.

Era natural de Leiria, onde nasceu a 26 de janeiro de 1878.

Em 1900, obteve o grau de bacharel em Leis, na Universidade de Coimbra, passando a exercer advocacia junto de seu pai, Afonso Xavier Lopes Vieira.

Em 1900, abandona esta carreira, passando a exercer, em Lisboa, o ofício de redator na Câmara dos Deputados.

Volvidos 16 anos, passou a dedicar-se, em regime de exclusividade, à escrita literária.

Entre as suas produções textuais mais significaticas, poderemos citar Para Quê? (1897), Ar Livre (1906), O Pão e as Rosas (1908), Canções do Vento e do Sol (1911), Ilhas de Bruma (1917), País Lilás, Desterro Azul (1922), Os Versos de Afonso Lopes Vieira (1927) e Onde a terra se acaba e o mar começa (1940).

Publicou, igualmente, Conto de Amadis de Portugal, para os rapazes portugueses