Motor de Busca Magazine Efemérides

MAGAZINE
efemérides

Aconteceu a 28 de janeiro de 1916



Nascimento de Vergílio Ferrera

A 28 de janeiro de 1916, nasce, na aldeia de Melo (Concelho de Gouveia), o escritor português Vergílio Ferreira.

Aos 12 anos, entra no seminário do Fundão. A sua permanência durante seis anos neste estabelecimento, servirá, mais tarde, para tema central de Manhã Submersa.

Em 1936, deixa o seminário e acaba o Curso Liceal no Liceu da Guarda, entrando para a Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Em 1939, escreve o seu primeiro romance, O Caminho Fica Longe.

Após a obtenção, em 1940, da licenciatura em Filologia Clássica, conclui, em 1942, o Estágio para professor no Liceu D. João III, em Coimbra.

Inicia a sua carreira de professor em Faro, local onde publica Teria Camões lido Platão? e Onde Tudo Foi Morrendo.

Em 1944, enquanto dava aulas no Liceu de Bragança, publica Onde Tudo Foi Morrendo e escreve Vagão "J" que apenas surgirá em 1946.

Em 1953, enquanto era professor no Liceu de Évora, escreve o seu mais conhecido romance: Manhã Submersa que será publicado em 1954.

A partir de 1953, fixa-se Lisboa, passando a lecionar o resto da sua carreira no Liceu Camões. Neste período, escreve, entre outras, as seguintes obras: Aparição (1959), Nítido Nulo (1971) e Conta-Corrente (1980-1988).

Foi galardoado com o Prémio Camões em 1992 e o seu nome é dado a um prestigiado prémio no campo da Literatura.

Podemos dividir a sua obra em ficção (romance e conto), ensaio e diário.

Os seus livros abrangem dois períodos literários: o Neo-Realismo e o Existencialismo, considerando-se Mudança como a produção textual que marca a transição entre estes dois períodos.

Faleceu em Lisboa, a 1 de março de 1996.