Início Busca Magazine Efemérides

MAGAZINE
efemérides

Aconteceu a 6 de março de 1933



Miséria em Lisboa: vão ser albergados 700 mendigos na quinta da Mitra

Decorria o ano de 1933. Centenas de mendigos calcorreiam as ruas de Lisboa.

A 6 de março, cerca de 60 mendigos são albergados na quinta da Mitra, no Poço Bispo, em pavilhões de cimento armado.

Cada um tem à sua disposição uma tarimba de madeira com colchão e um banco para descansar durante o dia.

Segundo o comandante da Polícia de Segurança, coronel Lopes Mateus, os mendigos seriam primeiramente despiolhados e limpos na esquadra do Caminho Novo.

O «depósito de mendigos», nome atribuído por aquele militar a estas instalações, albergará, em breve, 700 pessoas.

«Já consegui – afirma – um rendimento mensal de 130 contos, de cotas pagas pelos particulares, com o fim de auxiliar a extinção da mendicidade.

Ser eu fosse a distribuir subsídios, não poderia dar a cada mendigo senão uma quantia insignificante que, pela sua insuficiência, não evitaria que continuassem a pedir esmola».

Fonte: Diário de Lisboa nº 3703, de 6 de março de 1933, 12º ano de publicação, p.5

Este «depósito de mendigos» não resolveu os problemas da pobreza extrema.

Serviu apenas para afastar das ruas da cidade uma parte dos desprotegidos da sorte, muitos deles ali conduzidos sob coação.

Durante muitos anos, a Mitra foi, para os lisboetas, sinónimo de um lugar miserável.

Atualmente, a Mitra está a ser transformada num centro de apoio social aberto a toda a comunidade, 24 horas por dia.