Início Efemérides

EFEMÉRIDES

Comemorado anualmente a 24 de março



Dia do Estudante em Portugal

A 24 de março de cada ano, comemora-se, em Portugal, o Dia do Estudante.

Para compreendermos os motivos que levaram a Assembleia de República, em 1987, a escolher esta data para comemorar o Dia do Estudante teremos de recuar 100 anos no tempo.

Em 1921, na Universidade de Coimbra, os professores tinham espaçosas instalações para se reunir, o Clube dos Lentes, que funcionava como símbolo do seu poder, enquanto a área que era atribuída aos alunos para as suas reuniões académicas era muito reduzida. Este facto leva a que os estudantes ocupem, a 25 de novembro desse ano, em sinal de protesto, o Clube dos Lentes, passando esse dia a ser comemorado como Dia do Estudante.

Em 1961, quando mais de 200 estudantes se reuniam num jantar comemorativo do 25 de novembro, entoaram protestos contra a Guerra Colonial que nesse ano se iniciara, tendo encetado um cortejo pela cidade exigindo paz. A polícia intervém, prendendo vários estudantes, o que indignou o resto do país.

Neste clima de hostilidade, realizam-se, em 1962, diversos encontros de dirigentes associativos que constituem um Secretariado Nacional que leva a efeito, em Coimbra, o primeiro Encontro Nacional de Estudantes Portugueses. Como resultado desta atividade, os membros da direção do Secretariado Nacional são suspensos da Universidade, respondendo os estudantes com luto académico e greve às aulas.

Nesse mesmo ano, as associações de estudantes de Lisboa, a coberto da autonomia universitária que apenas existia no papel, comemoram o Dia do Estudante a 24 de março, sem autorização do Ministério da Educação. A Polícia de choque entra na Universidade, espanca os participantes e leva presos os seus dirigentes.

Marcelo Caetano era, na altura, reitor da Universidade de Lisboa. Fala com os estudantes e autoriza que estes celebrem o Dia do Estudante a 7 e 8 de abril. Chegada essa data, a polícia intervém de novo, proibindo as comemorações. Sentindo-se desautorizado por Salazar, Marcelo Caetano demite-se, enquanto os alunos descem o Campo Grande gritando “Autonomia”.

Após a implementação da democracia em Portugal, a Assembleia da República, em memória da luta encetada a 24 de março de 1962 em prol da autonomia universitária, fixa essa data como Dia do Estudante.

* * *

Estamos a reunir, num único local, as Datas Comemorativas que têm vindo a ser publicados, com regularidade, no âmbito das Efemérides.




TOPO