Início Efemérides

EFEMÉRIDES

Aconteceu a 2 de abril de 1903



O monarca britânico Eduardo VII visita Portugal


A 2 de abril de 1903, Portugal recebe a visita do monarca britânico Eduardo VII, para reafirmar a aliança entre os dois países.

A Revista Occidente n.º 874, de 10 de abril de 1903, dedica grande parte da sua edição a esta visita. Na primeira página refere que

«Esteve Lisboa em festa e lisonjeou-se Portugal com a visita e com as palavras do monarca mais poderoso da terra, senhor d’uma quinta parte do inteiro mundo, a qual, dia a dia, mais se vem alargando. Visitou-nos Eduardo VII e para Portugal se dirigiu a primeira vez que, depois de ser coroado, saiu de seus estados. A significação da visita a ninguém se esconde, o ser a primeira redobra-a».

As imagens a seguir inseridas foram retiradas da Revista atrás citada e coloridas, na medida do possível, pelo magazine O Leme.


Yacht Victoria and Albert no estuário do rio Tejo
(Fotografia de Arnaldo da Fonseca)

O monarca inglês chegou a Lisboa às 2 horas e meia da tarde. Viajou no Yacht Victoria and Albert, escultado pelos couraçados ingleses Minerva e Venus.

Chegada do bergantim real ao Cais das Colunas e desembarque do rei Eduardo VII
(Fotografia de J. M. Silva)


Reis Eduardo VII de Inglaterra e Carlos I de Portugal saindo do Pavilhão montado na Praça do Comércio, em Lisboa.
(Fotografia de Henri Dupuis)


Passagem do Cortejo Real na 24 de Julho, em Lisboa.
(Fotografia de Arnaldo da Fonseca)

Aposentos atribuídos ao rei Eduardo VII no Paço das Necessidades
(Fotografia de J. M. Silva)

Iluminações e fogo de artifício no rio Tejo em honra do rei Eduardo VII
(Desenho de J. R. Christino)

O rei Eduardo VII assistiu ao fogo de artifício no Palácio das Janelas Verdes, já então ocupado pelo Museu de Belas Artes (atual Museu de Arte Antiga). Até 1873, data da sua morte, este palácio foi residência da imperatriz D. Amélia, viúva de D. Pedro, primeiro imperador do Brasil e rei de Portugal.

Desenho do Palácio da Pena, em Sintra

Vila e Praia de Cascais

A comitiva do rei Eduardo VII visitou Sintra e Cascais, tendo o monarca inglês ficado impressionado com a Boca do Inferno, um destino turístico já na altura muito apreciado.

Em homenagem a este monarca, o Parque da Liberdade - o maior espaço verde do centro de Lisboa - foi rebatizado Parque Eduardo VII de Inglaterra.


Parque Eduardo VII
(Acervo fotográfico de Magazine O Leme)




TOPO