Início Efemérides

EFEMÉRIDES

Aconteceu a 12 de julho de 1975



Independência de São Tomé e Príncipe

As ilhas de São Tomé e Príncipe estiveram desabitadas até 1470, altura em que os navegadores portugueses João de Santarém e Pedro Escobar as descobriram.

Tornaram-se independentes de Portugal a 12 de julho de 1975.

É um dos membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Fonte: Diário de Lisboa 18813 de 12/07/1975, 55º ano de publicação, p. 10

Clique no logótipo a seguir inserido para aceder ao Diário de Lisboa de 12 de julho de 1975.

SE ESTIVER A UTILIZAR UM SAMARTPHONE (TELEMÓVEL/CELULAR), após ter entrado no site do Diário de Lisboa, prossiga com os seguintes passos:

    • Clique no canto superior direito do ecrã e
    • escolha a opção Site para computador.

Com a independência, este país insular passa a ser designado oficialmente República Democrática de São Tomé e Príncipe, sendo constituído por duas ilhas, Príncipe e São Tomé, afastadas 140 quilómetros uma da outra. A sul de São Tomé, fica o Ilhéu das Rolas, atualmente um resort de luxo muito frequentado por turistas de todo o mundo, pois, para além da sua beleza natural e excelentes instalações hoteleiras, possui a mais valia de ser atravessado pela linha do equador.

As principais produções deste país são o açúcar, o café e o cacau.

De acordo com uma estimativa de 2018, possui 204 454 habitantes, pelo que é considerado o segundo menos populoso país africano a seguir às Seicheles.

A maior parte dos seus habitantes segue a religião católica, sendo visível na cultura e na música o legado português.


Mapa

Localização de São Tomé e Príncipe no Oceano Atlântico (Google Maps)

Imagens













TOPO