Início Efemérides

EFEMÉRIDES

Aconteceu a 17 de agosto de 1987



Morte de Carlos Drummond de Andrade

A 17 de agosto de 1987, morre, no Rio de Janeiro, o poeta, contista e cronista brasileiro Carlos Drummond de Andrade.

Havia nascido a 31 de outubro de 1902 , em Itabira, um município brasileiro situado no interior do estado de Minas Gerais, tendo transporto para parte da sua obra muitas das memórias que lhe ficaram do tempo que ali viveu.

Oriundo de famílias há muitos anos estabelecidas no Brasil, faz os seus estudos no Colégio Arnaldo, em Belo Horizonte e no Colégio Anchieta, em Nova Friburgo, município do estado do Rio de Janeiro que, pelas suas características, é apelidado de Suiça Brasileira.

Forma-se em Farmácia, na Universidade Federal de Minas Gerais.

Foi um dos fundadores de “A Revista”, dedicada a divulgar o modernismo no Brasil.

A 5 de abril de 1975, foi agraciado por Portugal com o grau de Grande-Oficial da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada.

Drummond deixou-nos uma imensa obra literária, sem nunca ter abandonado a sua atividade como funcionário público.

OBRAS

Poesia / Crónica

• Alguma Poesia, 1930
• Brejo das Almas, 1934
• Sentimento do Mundo, 1940
• José, 1942
• A Rosa do Povo, 1945
• Novos Poemas, 1948
• Claro Enigma, 1951
• Fazendeiro do Ar, 1954
• Viola de Bolso, 1955
• A Vida Passada a Limpo, 1959
• Lição de Coisas, 1962
• Versiprosa, 1967
• Boitempo, 1968
• A Falta que Ama, 1968
• Nudez, 1968
• As Impurezas do Branco, 1973
• Menino Antigo (Boitempo II), 1973
• A Visita, 1977
• Discurso de Primavera e Algumas Sombras, 1977
• O marginal Clorindo Gato, 1978
• Esquecer para Lembrar (Boitempo III), 1979
• A Paixão Medida, 1980
• Caso do Vestido, 1983
• Corpo, 1984
• Eu, Etiqueta, 1984
• Amar se Aprende Amando, 1985
• Poesia Errante, 1988
• O Amor Natural, 1992
• Farewell, 1996
• Os Ombros Suportam o Mundo, 1935
• Futebol a Arte, 1970
• Naróta do Coxordão, 1971
• Da Utilidade dos Animais
• Elegia, 1938

Textos Infantis

• O Elefante, 1983
• História de Dois Amores, 1985
• O Pintinho, 1988
• Rick e a Girafa

Prosa

• Confissões de Minas, 1944
• Contos de Aprendiz, 1951
• Passeios na Ilha, 1952
• Fala, Amendoeira, 1957
• A Bolsa & a Vida, 1962
• A Minha Vida, 1964
• Cadeira de Balanço, 1966
• Caminhos de João Brandão, 1970
• O Poder Ultrajovem e mais 79 Textos em Prosa e Verso, 1972
• De Notícias & Não-notícias Faz-se a Crônica, 1974
• 70 Historinhas, 1978
• Contos Plausíveis, 1981
• Boca de Luar, 1984
• O Observador no Escritório, 1985
• Tempo Vida Poesia, 1986
• Moça Deitada na Grama, 1987
• O Avesso das Coisas, 1988
• Auto-retrato e Outras Crônicas, 1989
• As Histórias das Muralhas, 1989

Antologia poética

• Poesia até Agora, 1948
• A Última Pedra no meu Caminho, 1950
• 50 Poemas Escolhidos pelo Autor, 1956
• Antologia Poética, 1962
• Seleta em Prosa e Verso, 1971
• Amor, Amores, 1975
• Carmina Drummondiana, 1982
• Boitempo I e Boitempo II, 1987
• Minha Morte, 1987




TOPO