Magazine Efemérides

MAGAZINE

Efemérides do dia 18 de outubro



António José da Silva, o Judeu, é queimado em auto-de-fé
Nasceu em 1705

A 18 de outubro de 1739, morre, em Lisboa, queimado num auto-de-fé levado a cabo pela Inquisição, António José da Silva, dramaturgo e escritor português nascido no Brasil.

Embora fosse judeu, teve de se afirmar como Cristão-Novo, devido à perseguição que Portugal fazia, na época, a todas as pessoas da religião judaica.

Duas das suas obras mais conhecidas, Anfitrião, de 1736, e Guerras do Alecrim e Manjerona, de 1737, estiveram em cena, em 2006, no Teatro D. Maria II, em Lisboa.

Nos últimos anos, a Fundação Gulbenkian e o Teatro Trindade apresentaram, também, obras de António José da Silva, tendo o Teatro do Bairro Alto, especializado em marionetas, levado à cena Guerras do Alecrim e Manjerona (ver imagem que acompanha este artigo).

Morte de Manuel Teixeira Gomes
Nasceu a 27 de maio de 1862

A 18 de outubro de 1941, morre, em Bougie (Argélia), Manuel Teixeira Gomes, 7º presidente da 1ª República portuguesa.