Magazine Efemérides

MAGAZINE

Efemérides do dia 9 de novembro



Discurso de Salazar na I Conferência da União Nacional

Com o fim da II Grande Guerra, o conceito de democracia volta a assumir um papel relevante no contexto político de inúmeros países. Portugal, porém, continua muito distante de qualquer abertura.

A 9 de novembro de 1946, realiza-se a primeira conferência da União Nacional, partido único do Estado Novo.

Do discurso proferido por Salazar na sessão inaugural daquela conferência, escolhemos as palavras a seguir transcritas por elas sintetizarem a ideologia que presidiu aos destinos de Portugal durante várias décadas:

«Quando atento na profundidade da crise que a Europa atravessa e vejo que o remédio mais imediato é para alguns de nós a existência de três, seis ou dez partidos, um Parlamento tumultuoso e um Governo paralisado pela pressão de elementos contraditórios, não posso deixar de considerar a desproporção entre o mal e os remédios e verificar, com profunda tristeza, a cegueira dos homens».

Fonte: Diário de Lisboa n.º 8606, de 10-11-1946, pp. 1, 4 e 5

Morte de Cecília Meireles
Nasceu a 7 de novembro de 1901

A 9 de novembro de 1964, faleceu, no Rio de Janeiro, Cecília Benevides de Carvalho Meireles, poetisa, professora e jornalista brasileira.

Iniciou a carreira literária em 1923, com os livros de poemas Nunca Mais e Poema dos Poemas, quando o modernismo lançava os seus primeiros passos.

O Diário de Lisboa escreveu, na altura da sua morte, que o desaparecimento de Cecília Meireles privou a literatura brasileira de uma figura de singular altitude e Portugal de uma amizade séria e profunda.

Fonte: Diário de Lisboa n.º 15055, de 12-11-1964, suplemento Vida Literária e Artística, pp. 1 e 7

Queda do Muro de Berlim

A 9 de novembro de 1989, a abertura total das fronteiras da RDA leva à queda do Muro de Berlim e ao fim da Guerra Fria.