Início Efemérides

EFEMÉRIDES

Aconteceu a 17 de novembro de 1964



O navio mercante Savannah, movido a energia nuclear, entra no Tejo

A 17 de novembro de 1964, Savannah, o primeiro navio mercante movido a energia nuclear, entra no Tejo, rio que banha a cidade de Lisboa, onde permacerá sete dias.

Possui acomodações para 60 passageiros e 110 tripulantes, tendo, ainda, espaço para mercadorias.

Poderá dar sete voltas ao mundo sem necessidade de se abastecer, enquanto um navio convencional precisaria de noventa mil toneladas de energia.

Fonte: Diário de Lisboa n.º 15060, de 17-11-1964, pp. 12 e 13

Se estiver a utilizar um smartphone (telemóvel/celular), após ter entrado no site do Diário de Lisboa, clique no canto superior direito do ecrã e escolha a opção Site para computador.

O presidente Eisenhower pretendia que o Savannah constituísse um "navio da paz" que pudesse atuar como um embaixador para o uso pacífico da energia atómica.

De 1962 a 1965, foi operado pela States Marine Lines e de 1965 a 1972, pela American Export-Isbrandtsen Lines.

Atualmente, encontra-se na cidade de Baltimore, transformado num museu.

Embora a energia nuclear não contribua para o efeito de estufa, o receio sempre latente de um acidente que provoque fugas radioativas tem levado ao decréscimo do número de unidades que ainda utilizam este método de propulsão.

Um dos maiores navios deste género, o CVN-65 USS Enterprise (imagem apresentada em cima), pertenceu à frota da Marinha dos Estados Unidos. Foi construído em 1961 e era movido por oito reatores nucleares (!). Como tantos outros navios com este método de propulsão, já saiu de serviço.

Leia também

POR MARES OUTRORA NUNCA DANTES NAVEGADOS

Estamos a reunir, num único local, os artigos incluídos na temática "Por Mares Outrora Nunca Dantes Navegados" que têm vindo a ser publicados, com regularidade, no âmbito das Efemérides.




TOPO