Magazine Efemérides

MAGAZINE

Efemérides do dia 3 de dezembro



Nascimento de Jean-Luc Godard, cineasta francês

A 3 de dezembro de 1930, nasce, em Paris, o cineasta francês Jean-Luc Godard.

Procurou, na segunda metade do século XX, inovar a estética cinematográfica, produzindo filmes vanguardistas e polémicos: foi, por exemplo, o primeiro realizador a filmar com a câmara na mão e o seu filme Je vous salue Marie, de 1984, abalou, pela sua irreverência, os valores do cristianismo.

As narrativas fílmicas de Godard são indissociáveis de qualquer debate sobre estética contemporânea.

Nascimento de António Variações
Faleceu a 13 de Junho de 1984

A 3 de dezembro de 1944, nasce, em Pilar (Amares), o cantor e compositor português António Joaquim Rodrigues Ribeiro, mais conhecido por António Variações.

Intérprete com uma voz e expressão corporal inconfundíveis ficou especialmente conhecido pela sua composição É p'ra amanhã..., de 1983.

A sua obra discográfica continuou a influenciar a música portuguesa nas décadas posteriores.

A morte de António Variações, apenas com 39 anos de idade, produziu um profundo pesar entre alguns dos maiores intérpretes musicais portugueses: Amália Rodrigues afirmou que este artista deixara «um triste vazio na música portuguesa», Luís Represas referiu que «num país com uma produção musical relativamente pequena, é uma grande perda a morte de um músico que, acima de tudo, foi honesto e franco ma linha musical que escolheu» e Lena d'Água salientou que «atrás de um artista muito louco [...] existia um coração grande e puro como o coração de uma criança».

Fonte: Diário de Lisboa n.º 21483 de 15-06-1984, 64º ano de publicação, p. 7

Um disco voador surge na Inglaterra

Com a indicação de «reprodução proibida» no fim do artigo, O Primeiro de Janeiro de 13 de dezembro de 1953 insere uma notícia oriunda do seu correspondente londrino, segundo a qual um disco voador teria sido observado sobre a Inglaterra. Esta notícia tinha a particularidade de a observação ter sido tornada pública pelo ministério da Guerra e não por organizações privadas dedicadas à divulgação de casos de avistamento de objetos voadores não identificados (Ovnis). De acordo com aquele correspondente, «um objeto estranho» passou sobre Kent e foi registado por um radar do Exército instalado na parte sudoeste de Londres. Foi, também, avistado pelos aviadores Johnson e Smythe, que nesse dia voavam num avião «vampiro» a 6 600 metros de altitude.

Fonte: Primeiro de Janeiro n.º 331, de 3-12-1953, 85º ano de publicação, pp. 1 e 17

Notícias alusivas à passagem de discos voadores eram muito frequentes em meados do século passado. Os jornais aumentavam muito a sua tiragem com notícias sobre objetos voadores não identificados, daí a indicação de «reprodução proibida». A banda desenhada em muito contribuía para a criação de todo um imaginário relacionado com extraterrestres que se deslocavam até ao planeta Terra utilizando como meio de transporte os discos voadores. Muitas das observações efetuadas não passavam, porém, de efeitos atmosféricos mal interpretados ou de balões meteorológicos. Não se poderá pôr também de parte a eventualidade de alguns países estarem a desenvolver projetos ultra secretos de aviões com a forma de discos voadores, tentando passar para a realidade a aerodinâmica atribuída pela ficção científica a estes objetos.

Primeiro transplante, com êxito, de um coração humano

Na cidade sul-africana do Cabo, o cirurgião Christian Barnard e a sua equipa realizam, com êxito, o primeiro transplante de um coração humano. O paciente, Louis Washkansky, sobreviveu 18 dias.

Fonte: Diário de Lisboa n.º 16150, de 4 de dezembro de 1967, 47º ano de publicação, p. 14

Toda e imprensa da época deu grande destaque a este acontecimento, tendo merecido honras de capa nas revistas de grande circulação TIME e LIFE.

As Províncias Ultramarinas poderão vir a ser designadas por Estados

O Diário de Lisboa de 3 de dezembro de 1970 publica uma proposta de lei de revisão constitucional.

Segundo ela, As Províncias Ultramarinas poderão vir a ser designadas por Estados.

Fonte: Diário de Lisboa n.º 17224, de 3-12-1970, pp. 1 e 17>

Desde 1968 que Marcelo Caetano substituía Salazar no cargo de Presidente do Conselho de Ministros, por este ter caído de uma cadeira e haver ficado inutilizado para o desempenho de tarefas governativas. A subida ao mais alto cargo da Nação deste professor universitário, que se opusera à entrada da PIDE/DGS na Faculdade de Direito, aquando de uma manifestação de estudantes, trouxe uma ténue esperança de democratização política de Portugal mas os dogmas ultra-conservadores do Estado Novo, as pressões dos grandes grupos económicos e a incapacidade de encontrar uma solução para a questão colonial acabam por sobrepor-se a todas as ideias de renovação, conduzindo à manutenção dos traços essenciais do regime. A proposta de lei alterando a designação de Províncias Ultramarinas para Estados, que acabaria por ser consignada na revisão constitucional de 1971, não passou, neste âmbito, de uma mera modificação formal.

Mortífero acidente numa fábrica de produtos químicos em Bhopal, na Índia

Na noite de 2 para 3 de dezembro de 1984, na fábrica da Union Carbide em Bhopal, na Índia, entrou, inadvertidamente, água num tanque contendo 40 toneladas de MIC, tendo ocasionado uma ascensão rápida da pressão e da temperatura.

O calor gerado pela reação, pela presença de concentrações mais altas do que a normais do clorofórmio e pela presença de um catalisador do ferro produzido pela corrosão da parede inoxidável do tanque de aço, deu origem a uma reação de tal modo elevada que os gazes não puderam ser contidos pelos sistemas de segurança. Como consequência, o MIC e outros produtos da reação escaparam-se para as Áreas vizinhas. Estima-se que neste acidente tenham morrido 3 000 pessoas, muitas delas na sua própria cama ou a caminho do hospital, e ficado feridas entre 200 000 a 600 000.

A fábrica foi fechada após o acidente.

Fonte: Diário de Lisboa n.º 21625, de 4 de dezembro de 1984, 64º ano de publicação, pp. 1 e 10