Início Busca Magazine

MAGAZINE

O SABER NÃO OCUPA LUGAR
breve apontamento



Breve história dos óculos

500 anos a.C., textos do filósofo chinês Confúcio já fazem menção à existência de óculos.

Ptolomeu, no Egito, descobriu leis ópticas fundamentais da refração da luz por volta do ano 150.

850 anos mais tarde, o matemático árabe Alhazen estudou, igualmente, a incidência de luz sobre espelhos esféricos, observando a reação que estes proporcionavam em relação à visão humana.

No século XIII, as experiências em óptica levada a cabo, na Inglaterra, por Robert Grosseteste e pelo seu discípulo Roger Bacon, levaram à invenção dos óculos modernos.

Os primeiros óculos com aros de ferro e unidos por rebites foram criados na Alemanha em 1270. Ainda não possuíam hastes.

No século XV, surgiram, na Europa, diversos modelos de óculos, sendo os mais usados o Pince-nez e o Lornhons.

As hastes para fixar os óculos nas orelhas só surgiram no século XVII.

Os primeiros óculos bifocais foram inventados por Benjamin Franklin, em 1785